Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Mulher de Fases 19 maio, 2008

Filed under: Tormentas — INEFFABILE @ 3:00 pm

Não há nada pior do que TPM.

Racionalmente falando, eu entendo que a assertiva acima não é verdadeira, pois de fato, há muitas situações na vida que superam todos os lados negativos de uma “simples” tensão pré-menstrual.

É importante elucidar, porém, que algumas das situações desagradáveis que acontecem na vida se originam de uma TPM: da minha, da sua ou da dela.

O pior é que se alguém perguntar ingenuamente “tá com TPM?”, a resposta provavelmente soará como um trovão e o estrago será equivalente ao deixado por uma forte tempestade, com direito a furacões ocasionais e tudo mais.

Muitas mulheres – arrisco a dizer até a maioria – não sabem que sofrem de TPM. As oscilações de humor ocorrem impreterivelmente todos os meses, junto com dores e vários outros incômodos físicos, mentais e emocionais. Mas ainda assim, da mesma maneira como essas mudanças vêm, elas vão, e por isso elas não são levadas a sério.

Para grande parte da mulherada, existem apenas duas formas de viver: como escrava da TPM ou como escrava dos contraceptivos hormonais. Em ambas as opções, os hormônios funcionam como agentes controladores da fertilidade feminina, mas não se limitam apenas a isso. Eles também controlam a capacidade da mulher se socializar e de dicernir entre coisas óbvias. O contraceptivo hormonal normalmente controla os piores sintomas da TPM, tipo cólicas e mudanças de humor, e por isso é recomendado como “remédio” amenizador desse mal. Por outro lado, ele causa uma série de outros problemas, e na pior das hipóteses, ele pode causar câncer de fígado e de mama. Embora a TPM seja um conjuto de sintomas causado por um ciclo natural, ela também pode destruir vidas, mesmo que não seja por via das doenças terminais.

Hoje a minha própria TPM me inspirou a escrever.

A lua está cheia, meu ritmo físico mudou e estou em busca de qualquer pequeno detalhe que me faça gritar, chorar ou brigar.

O fundo do poço não é mais um lugar estranho para mim, porque em dias como o de hoje, ele é o mundo todo e não importa onde vá ou o que faça, o meu pé estará bem enfiado na lama.

Mas nem tudo está perdido. Nem tudo é ruim. Eu sei que daqui a uns dias, tudo será diferente e valerá a pena de novo. Da mesma forma como eu entrei aqui, eu sairei, revigorada e radiante! Para um novo dia, para uma nova fase da lua.

Só não me pergunte se eu estou com TPM ou se está tudo bem comigo, por favor. E me perdoe antecipadamente se eu te der uma resposta meio “torta”.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s