Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Torcer = Prazer 22 maio, 2008

Filed under: Idyllius — INEFFABILE @ 3:19 pm

 

Ontem assisti a final da Champions League que rolou em Moscou, protagonizando dois grandes times ingleses: Chelsea e Manchester United.

Eu detesto os dois times, principalmente o MU, mas se pesasse em uma balança todos os ‘por quês’ de não gostar desses meus rivais, eu acredito que ambos estariam mais ou menos equilibrados.

Infelizmente o MU levou o título mais uma vez. Eu queria que o Chelsea tivesse ganho, e acho até que eles jogaram melhor. Mas perderam umas oportunidades daquelas que não se deve nunca perder, tipo bolas na trave e chutes no alvo, muito bem defendidos pelos zagueiros e goleiro do MU.

Detestei ver Cristiano  Ronaldo celebrando (ele pelo menos perdeu um pênalti). Mas enfim, isso é futebol…
O MU é sem dúvidas um dos melhores times do mundo, acumulando este ano um outro título invejável: Campeonato Inglês (Premiership).

Mas a melhor partida do ano (até o momento) rolou de madrugada no templo do futebol: meu amado Maraca!

Meu Flusão jogou contra o tricolor paulista pelas quartas-de-final da Libertadores da América. Estávamos em desvantagem de gols (1 x 0 para o SP na primeira pernada), mas ao nosso lado tinhamos o fato de jogar em casa, com cerca de 70,000 torcedores gritando insandecidos ‘Nense, Nense, Nense!!!’. Ah… Eu sei bem o que é isso!!!

O Jogo começou atrasado, às 22h. Aqui na Inglaterra eram 2 da matina. Eu fiquei passando o tempo no MSN messenger falando com minha mãe, minha irmã e um amigo que não vejo há anos. No entanto, estava caindo pelas tabelas de sono. Mas o sacrifício valeria a pena, pois era uma partida muito decisiva rumo ao sonho de conquistar a taça que ainda não temos na sala de troféus da sede do nosso clube.

O jogo começou e meu Flu mostrou superioridade nos primeiros minutos. Fazendo muita pressão em cima do São Paulo. Era um Flu que eu não via em campo há muitos anos, bastante aguerrido, lindo de se ver!

Percebi pela primeira vez como os nossos jogadores são baixinhos e velozes, uma combinação típica do futebol brasileiro – vide Romário, Juninho, Bebeto, Robinho…

Aos 13 minutos do primeiro tempo, numa jogada que envolveu Júnior César, Cícero e Washington, meu time marcou 1 x 0. Eu e o Maraca saimos do chão!

SAI DO CHÃO, SAI DO CHÃO A TORCIDA DO FLUZÃO!!!

O primeiro tempo seguiu cheinho de outras oportunidades para o Flu, mas não marcamos mais. Chegou o intervalo e aproveitei para lavar o rosto para continuar desperta.

Segundo tempo. O São Paulo veio que veio. Presionou tanto que conseguiu finalmente marcar um gol com o ‘gigante Adriano’ aos 26 minutos. Nós, tricolores cariocas, não tivemos nem tempo de lamentar aquela grande ameaça, pois em menos de dois minutos após o gol dos paulistas, nós marcamos o nosso segundo golaço com Conca e Dodô – aliás, amei o Conca, que não havia ainda visto jogar com o meu manto sagrado.

Estávamos no páreo de novo, pressionando muito para marcar o terceiro gol e evitar a dolorosa prorrogação. Todas as nossas preces foram escutadas e atendidas aos 46 minutos do segundo tempo, quando Thiago Neves cobrou um escanteio e chutou a bola para Washington, que macou o nosso terceiro gol e garantiu a nossa vaga inédita na semi-final da Libertadores.

Que venha o Santos ou o América do México!

SAI DO CHÃO, SAI DO CHÃO A TORCIDA DO FLUZÃO!!!

A paz, a esperança e o vigor unido e forte pelo esporte Eu Sou é TRICOLOR!!!
 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s