Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Vivendo Urgentemente 16 julho, 2008

Filed under: Meu Querido Blog...,Reflexão da Semana — INEFFABILE @ 10:45 am

Estava aqui pensando em uma conversa que tive ontem com uma amiga, que está passando por uma fase difícil. Seu pai descobriu recentemente que tem câncer do esôfago (em estágio ainda tratável), e ela descobriu que não gosta mais do namorado com quem vive junto há 8 meses.

Eu havia percebido que essa minha amiga estava perdendo peso muito rápido e não tinha o mesmo sorriso no rosto fazia algum tempo. Por causa de nossas viagens, não havia sido possível sentar para conversar antes, mas ontem eu pude entender um pouco a barra pela qual ela está passando.

Ela é filha única e é super próxima dos pais. Eu imagino como esteja sendo extremamente difícil para ela lidar neste momento com o medo de perder o pai que ela tanto ama. Imagino porque me ponho em seu lugar. Eu sou louca pelo meu pai.

O namorado dela é lindo, legal e muito apaixonado. Juntos eles formam um casal daqueles que chama a atenção em qualquer lugar. Mas os sentimentos dela mudaram nos últimos meses e ela agora esté em busca de coragem para conversar com ele sobre isso. Eu sei que ele ficará arrasado (ele também é meu amigo) e por mais que ele saiba que algo mudou entre eles, não creio que ele imagine a extensão da mudança que está por vir. Segundo ela, será uma mudança sem volta.

Enquanto conversávamos no carro, ela me contou com lágrimas nos olhos, que a doença de seu pai lhe deu uma nova perspectiva de vida, e que ela agora se sentia na obrigação de tentar ser feliz a todo custo. Para ela isso significava parar de ignorar a crise que havia se instalado em seu relacionamento, por mais difícil que seja encarar a grande decepção que a sua decisão causará em seu companheiro.

Então, ao ouvir tudo aquilo, eu comecei imediatamente a refletir sobre a urgência de viver.

Não faz um mês, uma das minhas melhores amigas no Brasil descobriu que tinha câncer da tireóide. Teve que ser submetida a uma tireoidectomia e a várias sessões de tratamento com iodo radioativo. Ela também é linda, jovem, com um astral fantástico, casada com um homem maravilhoso. Não pudemos nos encontrar pessoalmente, pois o seu sistema imunológico estava muito debilitado devido ao tratamento. Nos falamos então por telefone. E embora eu estivesse me sentindo triste e apreensiva enquanto falava com ela, do outro lado havia encontrado uma mulher super positiva, contente por ter uma doença curável e já pensando nas nossas baladas futuras.

Na vida tendemos a adiar planos de acordo com as nossas conveniências ou por causa do medo disso ou daquilo. Esquecemos de que não temos controle sobre a vida, mesmo que usemos o livre arbítrio para conduzir as nossas ações e escolhas. A verdade é que o destino independe de nós em todas as instâncias. Por isso mesmo é preciso viver a vida com a urgência do agora, sem pensar muito seriamente no depois. Amar, decidir, escolher, trabalhar, aceitar, dizer sim e não agora! O depois será sempre uma consequência, que poderá ou não ser de acordo com a nossa vontade.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s