Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Agrura 2 setembro, 2008

Filed under: Charneca — INEFFABILE @ 9:25 pm

Às vezes eu me sinto tão intensa
Tão insuportavelmente intensa
Que somente o mar seria capaz de me conter
Que somente o ar não se cortaria com as minhas arestas
Que somente as tempestades seriam capazes de me compreender
Que somente a total escuridão poderia me acalmar

Mas é somente este corpo diminutamente frágil
Que é capaz de saber das agruras de uma vida
Tão sedenta por mais vida
E tão comprimida em tão pouco espaço

 

Brighton, 2 de Setembro de 2008.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s