Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Susto, Alívio e Conforto 8 abril, 2011

Filed under: Grávida — INEFFABILE @ 3:21 pm

Na segunda-feira, dia 4 de Abril, fiz o meu primeiro ultra-som onde eu e Ray vimos pela primeira vez o nosso bebê. Durante dois meses mantivemos a minha gravidez em quase sigilo; contamos a novidade apenas às nossas famílias e alguns poucos amigos. Como o primeiro trimestre é um período muito delicado e decisivo na gravidez, muitas mudanças podem acontecer no corpo da mulher e no embrião em desenvolvimento, resultando em aborto espontâneo em 30 a 40% dos casos.

Por ser a minha primeira gravidez, eu senti bastante medo. Medo de perder o bebê, de algo estar errado com o bebê ou comigo. Embora sempre tenha me considerado um pessoa muito positiva (em geral), nas últimas semanas eu me descobri uma pessoa um tanto pessimista, trabalhando duro para afastar medos e incertezas com relação a minha gestação.

O ultra-som foi muito legal, como já contei antes em outro texto. Depois do exame, fui trabalhar normalmente e ao chegar em casa fui descansar. À noite quando fui ao banheiro percebi que havia sangue em minha calcinha, o suficiente para me alarmar. Quão irônico era o fato d’eu ter esperado todo aquele tempo para compartilhar com os meus amigos a notícias da minha gravidez, que justamente após um ultra-som tranquilo, poderia estar em risco?

Fiquei arrasada e fui tomada por medo, que desta vez tinha mais fundamento que nunca.

Ray já dormia e não quis acordá-lo, afinal, o que ele poderia fazer de madrugada? Resolvi aguardar até a manhã seguinte para contar a situação e irmos em buscar ajuda. Como não sentia cólicas, achei que talvez não fosse tão sério. De qualquer maneira, mal dormi a noite toda e embora a minha intuição dissesse que tudo estava bem com o bebê, eu me esforçava para não acreditar naquilo, assim, o meu pânico aumentava.

O sol raiou, acordei o Ray, nos aprontamos e fomos ver a minha médica, que ao me examinar constatou que tudo estava bem comigo e ela não conseguio ver nenhum sinal da origem do sangramento ou de um possível aborto. Ela então me recomendou seguir normalmente com o meu dia e contatá-la caso o sangramento voltasse.

O dia transcorreu normalmente e após o trabalho voltei para casa, para perceber que estava sangrando mais e desta vez em maior quantidade. Liguei de novo à médica, que recomendou buscar pela emergência do hospital.

Ao chegar lá, meu coração estava apertado, assim como estava o do Ray. Fomos atendidos rapidamente e no decorrer das próximas 7 horas, fui submetida a diversos exames de sangue, de urina e ginecológicos. Tomei injeção e soro na veia e quando não havia mais nada a fazer, me mandaram para casa para que eu pudesse descansar.

Os médicos e enfermeiras que cuidaram de mim foram tão atenciosos e gentis todo o tempo. Recebi um tratamento muito bom e acho até que melhor seria difícil em qualquer lugar, embora se tratasse do serviço público hospitalar britânico. Todos os resultados apontavam para um problema de causa desconhecida e tudo indicava que o bebê seguia sem ser afetado, embora o médico tenha enfatizado que não poderia garantir que tudo estava bem com a criaturinha dentro de mim.

Eu e Ray retornamos para casa arrasados física e emocionalmente. Caímos na cama e às 8:30 em ponto a minha médica ligou para saber como tudo havia corrido. Contei sobre a odisséia noite a dentro no hospital e ela resolveu marcar um novo ultra-som que só pôde ser feito hoje.

O resultado é que hoje comprovamos que o bebê está firme e forte, brincando em sua pequena bolha que é o seu mundo. O exame também mostrou que não ha nenhum problema aparente com o meu útero e colo do útero.

Foi um alívio ver o coraçãozinho do meu filhote batendo bem rapidinho como no outro dia. Ele/ ela cresceu 6 milímetros nos últimos 5 dias!

Agora vou relaxar confortavelmente e exercitar a minha confiança na vida, pois percebi (a ficha caiu) que a vida confia em mim.

 

2 Responses to “Susto, Alívio e Conforto”

  1. natalee cerqueira Says:

    Irmã estou muito aliviada com a noticia… estava preocupada mas tinha a certeza que a vontade de meu Deus iria prevalecer. Então… ansiosos estamos!

  2. Adriana Says:

    Minha linda, que alívio!!!! Que Deus continue a te guardar, como também a esse bebezinho que já é amado e esperado por todos nós!!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s