Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Odisséia 19 abril, 2011

Filed under: Grávida — INEFFABILE @ 12:08 am

São tantas as mudanças durante a gravidez…
Isso muita gente já sabe e vivenciou. Viver na pele todas estas mudanças é outra coisa!
Eu conheço bem todos os processos biológicos e fisiológicos da gestação humana. Estudei e dou aulas sobre isso na universidade. Porém, sentir, sim, SENTIR os efeitos de todos os processos que ocorrem dentro de um corpo grávido está sendo uma experiência surpreendente.

Faz quase 3 meses que não me sinto bem fisicamente. Para uma pessoa super ativa como eu, está sendo quase uma tortura! Quando me pego lamentando sobre o quão enjoada tenho me sentido, cansada, esgotada etc. procuro me lembrar da razão de tudo isso. Penso no bebê que terei em meus braços dentro de alguns meses. Visualizar o momento em que terei meu filho ou filha em meus braços me dá uma injeção de alegria e de esperança. Não sei explicar ao certo. Mas o fato é que, mesmo procurando concentrar os meus pensamentos e sentimentos no lado positivo da gravidez, nada muda o fato de que me sinto mal, e, embora não esteja doente, me sinto adoentada.

Meus hábitos mudam a cada dia. Não posso comer e beber um monte de coisas, o pub ficou sem graça, ir trabalhar é um sacrifício hercúleo, sinto sono o dia todo, não durmo direito à noite, sem contar com o enjôo, que quando pensei que já havia ido embora de vez, deu o ar da graça justamente hoje.

Meu humor é estável, mas me sinto bem mais sensível. Quando penso nas mudanças que estão ainda por vir, sinto uma mistura de ansiedade, felicidade e medo. Ora, sou uma mulher aquariana que sempre abraçou mudanças e desafios de peito aberto. Mudei de endereço, emprego, curso, parceiro, objetivo, estratégia, crença, visual, hobby, esporte, prato favorito, pesquisa, universidade, carro, nome etc. toda vez que senti vontade ou vi que era hora, mudei. No momento sinto que a minha liberdade precisa ganhar uma nova forma de expressão, conceito e definição. Eu sei que quando me tornar mãe continuarei com a minha identidade, mas ao mesmo tempo estarei experimentando novos aspectos do meu ser que ainda desconheço. Eu conto com este meu lado desconhecido, que deve ser instintivo e intuitivo, para me ajudar a lidar com a nova era que se aproxima.

Como será que vai ser ter um bebê totalmente indefeso, dependente de mim 24 horas por dia durante 7 dias da semana, por um tempo que parece ser uma infinidade?
Será que serei ainda a aquariana de sempre?
Haverá uma nova Aline?
Será que vou gostar dela?
Onde vou colocar a minha impulsividade?
Onde vou achar o meu instinto maternal?

Quando a minha irmã Luana era pequena, eu lhe perguntei: “o que você quer ser quando crescer?“. Sem hesitação ela respondeu: “mãe“. Eu lembro que na época eu pensei: “nossa, a Luana não tem ambição alguma!“. Eu queria ser astronauta. Hoje em dia, quando eu penso naquele momento, eu me sinto tão ignorante e idiota! Se pudesse voltar no tempo eu abraçaria apertado a minha então pequenina irmãzinha e lhe diria com todo o orgulho do mundo que a sua escolha é maravilhosa e perfeita, e que ela seria então a melhor mãe que já existiu no mundo! Quando a Luana decidir ter filhos, eu tenho certeza de ela realmente será uma mãe espetacular e creio que ela tirará de letra todas as fases da gravidez, me colocando no bolso!

Meu bebê já é muito amado, não só por mim, mas pelo seu pai, avós, tios e tias.
Mal vejo a hora de ver a carinha dele, de sentir a sua pele e de conhecer a sua personalidade.

Mais uma vez sigo na estrada do caminho sem volta. Nunca será possível ser mesma pessoa de antes da gravidez – e não quero ser! A transição de filha para mãe mexe profundamente com a minha estrutura, de uma maneira que nunca poderia sequer ter imaginado.

De todas as minhas aventuras esta é sem dúvidas a mais fantástica e grandiosa!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s