Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Hora de Parir I 30 maio, 2011

Filed under: Grávida — INEFFABILE @ 4:55 pm

Finalmente estou começando a me dar conta de que terei que parir!
Parece até piada, eu sei, mas confesso que não havia parado para pensar muito sobre o assunto até agora. Às vezes, parece até que o parto seja um evento longínquo, num futuro distante; mas o fato é que cada dia que amanhece aproxima a data do nascimento do meu bebê.
Já estou com quatro meses e meio de gestação, exatamente na metade do caminho para o grande dia!

Tenho praticado ioga para gestantes semanalmente, medito todos os dias e regularmente também faço visualizações que me ajudam a relaxar e a me manter positiva e sem medos.
Um dos meus focos é exercitar a minha respiração, de maneira que na hora do parto eu consiga me manter tranquila e focada na tarefa de ajudar as minhas contrações a aumentarem a dilatação do meu canal cervical.

Tenho procurado me preparar ao máximo fisicamente, emocionalmente e mentalmente para a tarefa de parir uma criança. Mas será que é possível mesmo estar preparada para esse grande evento?

Creio piamente que o meu corpo tenha sido desenhado em cada detalhe por essa energia universal que consegue manter os astros em órbita com a perfeição matemática que ultrapassa a compreensão humana.

Fisiologicamente falando, todos os sistemas do meu corpo estarão trabalhando conjuntamente para dar à luz meu filhote de maneira sadia e segura, tanto para mim quanto para o bebê. Eu confio no meu corpo🙂

Embora não se saiba ao certo o que desencadeia o parto, os eventos que seguem após o “chute inicial” envolvem uma cadeia complexa de hormônios e enzimas que, como resultado, produz contrações uterinas, dilatação do colo do útero e o rompimento da placenta. O colo do útero precisa estar dilatado pelo menos 10 centímetros para que o bebê possa passar do útero para o canal vaginal. Todo esse processo pode durar de algumas horas a alguns dias!

Sei que vai doer bastante (ouvi dizer que a dor de um parto é incomparável), mas não é fantástico que, por mais rudimentar que o ato de parir seja, a perfeição biológica de cada fase gestacional até o momento do nascimento de uma criança fazem desta experiência uma das mais aguardadas na vida de uma mulher?

A gravidez me faz sentir especial como ser humano, pois eu faço parte do gênero sexual capaz de parir! Metade da humanidade (do sexo masculino) está limitada a contemplar a gestação e o parto de uma perspectiva exterior. Por mais que um homem se dedique a gravidez de uma mulher, ele nunca será capaz de vivenciar esta experiência em sua totalidade.

Tenho ouvido tantas histórias interessantes sobre gestação e parto ultimamente. Vou compartilhá-las em breve em outro texto.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s