Divagando Devagar

Divagações ocasionais de uma mente reflexiva.

Sobre a efemeridade da vida 13 agosto, 2014

Filed under: Reflexão da Semana — INEFFABILE @ 10:24 am

Por que a maioria das pessoas só contempla a efemeridade da vida quando alguém jovem e/ou brilhante morre?

Gente, a vida pode ser curta até para quem morre aos 100 anos de idade. Além disso, o único tempo que temos é o agora.

Como cantou Renato Russo: “é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar pra pensar, na verdade, não há“.

Não há, gente, não há

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s